Alimentação saudável e exercíos físicos são garantia de vida longa

A vigilância com os hábitos alimentares e a construção de um estilo de vida mais saudável associado à prática de atividades físicas é o melhor caminho para ajudar a prevenir doenças e garantir vida longa, é o que garante a nutricionista Emanuelle Paiva.

"Como imortalizou Hipócrates a alimentação saudável é vida saudável, faça da alimentação o seu remédio".

A moda dos fast-foods e o apelo ao público infantil têm induzido à formação de uma legião de "gordinhos". Um estudo do Ministério da Saúde, realizado em 2006, revela que enquanto a desnutrição caiu de 9,5% para 4% da população, o número de brasileiros gordos aumentou 43% dos adultos que estão acima do peso, sendo 11% deles, obesos. Os índices devem-se ao crescente consumo de produtos ricos em gordura e açúcar e as crianças também têm sido atingidas.

A má alimentação contribui para o surgimento de problemas de saúde como hipertensão, doenças coronárias, cardiopatias, acidentes vasculares, além de ter relação comprovada com alguns tipos de câncer.

"Está comprovado que o consumo de alimentos muito gordurosos contribui para o surgimento do câncer de mama e a falta de ingestão de fibras para o câncer colo-retal ou de intestino", afirma o diretor do centro de Oncologia de Mossoró, dr. José Curi de Medeiros.

Dicas

Coma alimentos integrais como pão integral, arroz integral, frutas e verduras.

Tente comer mais vegetais e frutas cruas, inclusive a casca, quando adequado. O cozimento reduz o teor de fibras.

Coma alimentos com alto teor de fibras em cada refeição. Cereais são recomendados no desjejum. Inclua feijões, sementes e grãos inteiros nas refeições.

Aumente o volume de água tomada durante o dia.

Reduza o consumo de alimentos gordurosos, como salsicha, mortadela, frituras e salgadinhos para, no máximo, uma vez por semana e também o consumo de sal e tire o saleiro da mesa.

Faça pelo menos três refeições e um lanche por dia. Não pule as refeições.

Reduza o consumo de doces, bolos, biscoitos e outros alimentos ricos em açúcar para, no máximo, duas vezes por semana

Fonte - O Mossoroense

0 comentários! Clique aqui e comente!:

Publicar um comentário